4 de Fevereiro de 2013 / às 19:04 / 5 anos atrás

Chávez está melhorando após dura luta contra câncer, diz Fidel

HAVANA, 4 Fev (Reuters) - O ex-líder cubano Fidel Castro disse que o presidente venezuelano, Hugo Chávez, está “muito melhor” desde que foi submetido a uma cirurgia contra um câncer feita há quase dois meses em Havana, afirmou nesta segunda-feira o jornal Granma, do Partido Comunista.

O vice-presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, levanta o punho próximo a um painel representando o presidente, Hugo Chávez, em Caracas, Venezuela. O ex-líder cubano Fidel Castro disse que o presidente venezuelano, Hugo Chávez, está "muito melhor" desde que foi submetido a uma cirurgia contra um câncer feita há quase dois meses em Havana, afirmou nesta segunda-feira o jornal Granma, do Partido Comunista. 4/02/2013 REUTERS/Jorge Silva

Fidel, de 86 anos, falou a repórteres enquanto votou no domingo nas eleições parlamentares cubanas em uma de suas aparições públicas cada vez mais raras.

Ele disse que recebe informações diárias sobre a condição de Chávez, que é o principal aliado da ilha comunista.

“Ele está muito melhor, se recuperando. Tem sido uma dura luta, mas ele está melhorando”, afirmou Fidel, segundo o jornal. “Temos que curá-lo. Chávez é muito importante para esse país e para América Latina.”

Chávez, de 58 anos, está batalhando contra um câncer na região pélvica desde junho de 2011. Ele já foi submetido a quatro cirurgias relacionadas ao câncer em Cuba, a última com duração de seis horas em 11 de dezembro, em Havana.

Os comentários de Fidel sobre a condição de Chávez condizem com comunicados públicos cada vez mais positivos pelas autoridades venezuelas, mas o líder não é visto nem ouvido publicamente desde a cirurgia.

Ele não pôde voltar à Venezuela em 10 de janeiro para assumir o novo mandato para o qual foi reeleito em outubro.

Fidel, que governou Cuba por 49 anos após assumir o poder na revolução de 1959, tem enfrentado problemas de saúde desde que foi submetido a um procedimento cirúrgico de emergência por uma hemorragia intestinal em julho de 2006.

Ele renunciou à Presidência em fevereiro de 2008 e foi substituído por seu irmão mais novo, Raúl Castro. Fidel ainda se encontra ocasionalmente com líderes que visitam Cuba e tem um papel nos bastidores do governo, mas raramente aparece em público.

Reportagem de Jeff Franks

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below