Rebeldes lançam ofensiva e combates atingem Damasco

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013 13:55 BRST
 

AMÃ, 6 Fev (Reuters) - Combates intensos eclodiram em Damasco nesta quarta-feira depois que os grupos rebeldes lançaram uma ofensiva contra as forças do presidente Bashar al-Assad, rompendo um período de trégua no conflito, disseram ativistas da oposição.

Forças de Assad também foram atacadas no leste do país, onde um carro-bomba atingiu um complexo de edifícios da inteligência militar na cidade de Palmyra, causando dezenas de vítimas, segundo a oposição.

As autoridades de Damasco fecharam os acessos à importante praça Abbassid e a via Fares al-Khoury, enquanto combatentes atacavam barreiras e fortificações com lança-granadas e morteiros.

"As áreas de Jobar, Zamalka, Al-Zablatani e partes da Qaboun e do anel viário tornaram-se um campo de batalha", disse o ativista Mohammad Fida, referindo-se ao distrito de Qaboun.

Outro ativista afirmou que um tanque do Exército estacionado no bloqueio de Al-Kabbas, no anel viário, tinha sido destruído. Moradores relataram explosões em todo o leste e norte da capital.

De acordo com o relato do ativista, em Jobar, uma região da classe operária muçulmana sunita, adjacente à praça Abbassid, oradores em alto-falantes da mesquita repetiam "Deus é grande", em apoio aos combatentes da oposição que atacaram bloqueios no bairro.

Eles disseram que tanques estacionados na periferia do bairro central de Midan, fora das muralhas da Velha Damasco, bombardearam bairros do sul da cidade.

A televisão estatal síria afirmou: "Nosso nobre Exército continua suas operações contra os terroristas no Irbeen, Zamalka e Harasta e Sbeineg, destruindo os criminosos mentirosos."

Símbolos de poder de Assad foram atacados em Palmyra, 220 quilômetros a nordeste de Damasco, na estrada principal para o leste, a região produtora de petróleo.   Continuação...

 
Combatente do Exército Sírio Livre dispara rifle por um buraco na parede de uma base militar síria durante confronto no bairro de Arabeen, em Damasco. Confrontos violentos aconteceram em Damasco nesta quarta-feira após uma ofensiva coordenada dos combatentes de oposição a partir dos subúrbios contra as forças do presidente Bashar al-Assad, encerrando um período de calma na capital. 03/02/2013 REUTERS/Goran Tomasevic