"Tenho fama", canta Salgueiro na Sapucaí

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013 04:47 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 11 Fev (Reuters) - O Salgueiro, segunda escola a desfilar na noite deste domingo na Marquês de Sapucaí, mergulhou na "Fama", e levou para avenida celebridades como Marilyn Monroe e Amy Winehouse, e o lendário Che Guevara, estampado na bateria Furiosa.

"Tenho fama de fazer história por ser diferente..." é o que diz o enredo da vermelho e branco da Tijuca, que completa 60 anos.

Sob o flash dos fotógrafos, Chacrinha comandava o show no abre-alas do alto de uma limousine vermelha. Logo, seu lugar foi ocupado por Marilyn Monroe e Amy Winehouse, que se enfrentaram numa disputa que teve como vitoriosa a cantora britânica. Na briga, Marilyn perde a peruca e cai do carro, amparada por dois homens que seguravam uma lona.

A vermelha e branca desfilou celebridades instantâneas da era da internet, mas não deixou de lembrar da arte do retrato da época medieval.

E para ficar bem na foto, a escola investiu no carro batizado de Photoshoping, onde tudo é possível para ajustar a imagem. Apaga, aumenta e inventa.

Viviane Araújo, rainha da bateria do mestre Marcão, veio fantasiada de inspiração puxando os músicos que lembraram o que se considera uma das imagens mais conhecidas do mundo: a foto do revolucionário Ernesto "Che" Guevara.

Dividindo o reinado com Viviane, uma pequena ritmista, de 9 anos, tocou tamborim.

Vice-campeão de 2012, o Salgueiro correu para chegar à Apoteose dentro do tempo máximo, de 82 minutos. Conseguiu completar o desfile em 80 minutos. Emocionados, os últimos integrantes a encerrar a passagem pela Sapucaí abraçavam-se, e a presidente da agremiação, Regina Duran, não escondia as lágrimas e se declarou "muito emocionada".

 
Rainha de bateria do Salgueiro, Viviane Araujo, desfila ao lado de componente mirim da bateria da escola de samba na Marquês de Sapucaí, na noite de domingo. 10/02/2012  REUTERS/Pilar Olivares