Papa não está doente e não sofreu pressão para renunciar, diz Vaticano

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013 13:28 BRST
 

ROMA, 11 Fev (Reuters) - O Papa Bento 16 não sofre de nenhuma doença específica e sua decisão de renunciar foi tomada sem pressão externa, disse o porta-voz do Vaticano nesta segunda-feira após o supreendente anúncio do pontífice de que deixaria o cargo no final deste mês.

O Padre Federico Lombardi disse que a decisão do papa, de 85 anos de idade, não foi devido a uma doença, mas a um declínio progressivo da sua força, o que é normal em um homem com sua idade.

"Nos últimos meses ele tem observado um declínio em seu vigor tanto de corpo quanto de espírito", disse Lombardi a repórteres. "Foi uma decisão pessoal dele, tomada com total liberdade, que merece total respeito", ele acrescentou.

(Reportagem de Philip Pullella)

 
Porta-voz do Vaticano, Padre Federico Lombardi, fala durante coletiva de imprensa no Vaticano. O Papa Bento 16 não sofre de nenhuma doença específica e sua decisão de renunciar foi tomada sem pressão externa, disse Lombardi nesta segunda-feira após o supreendente anúncio do pontífice de que deixaria o cargo no final deste mês. 11/02/2013 REUTERS/Alessandro Bianchi