Nordeste dos EUA tenta retomar rotina após nevasca

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013 19:35 BRST
 

Por Scott Malone

BOSTON, 11 Fev (Reuters) - A região norte-americana de Nova Inglaterra lutava para retomar sua rotina normal nesta segunda-feira depois de uma nevasca que despejou cerca de 1 metro de neve em algumas partes da região, com o serviço de metrô de Boston funcionando novamente e as estradas em grande parte já limpas, embora ainda escorregadias.

Mais duas mortes foram registradas em Massachusetts, elevando o número total de mortes relacionadas à tempestade no Estado a cinco, de acordo com a Agência de Gestão de Emergências de Massachusetts. Os homens morreram em uma casa de Springfield quando inalaram fumaça de monóxido de carbono após colocarem em funcionamento um gerador dentro de casa durante a tempestade.

Cinco pessoas também morreram em Connecticut, duas no Estado de Nova York, uma no Maine e uma em Rhode Island.

Os moradores da região retomavam suas rotinas, com o sistema de transporte de Boston de volta em operação para a hora do rush da manhã de segunda-feira.

O tráfego nas ruas e estradas era mais leve do que o habitual, em parte porque muitas escolas ao redor da cidade permaneceram fechadas, embora a neve e o gelo nas estradas reduziam a velocidade de quem se aventurava. Escolas permaneceram fechadas em partes de Connecticut, que receberam até 1 metro de neve.

Jennifer Fitzgerald, procuradora distrital assistente para o Condado de Hampden, onde está localizada Springfield, disse que não há sinais de crime e que uma mulher que também foi encontrada inconsciente no local por socorristas estava se recuperando.

No Maine, o corpo de Gerald Crommet, de 75 anos de idade, foi recuperado do Rio Penobscot depois que seu caminhão desviou da estrada durante a tempestade e caiu no gelo, relatou Stephen McCausland, porta-voz da polícia do Estado de Maine. Essa foi a única fatalidade no Estado ligada à tempestade.

Um residente em Rhode Island morreu enquanto retirava a neve após a tempestade, informou a mídia local.   Continuação...