EUA vão liderar resposta global à Coreia do Norte, diz Obama

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013 10:59 BRST
 

WASHINGTON, 13 Fev (Reuters) - O presidente dos EUA, Barack Obama, disse na terça-feira que os Estados Unidos vão reforçar seu sistema antimísseis e ajudar o mundo a responder a ameaça representada pela Coreia do Norte, que desafiou a comunidade internacional ao realizar um terceiro teste nuclear.

Em seu discurso Estado da União, que teve como foco as questões econômicas internas dos Estados Unidos, Obama tocou apenas em alguns dos principais pontos de sua política externa. Ele disse que os EUA vão trazer 34 mil soldados norte-americanos de volta do Afeganistão no próximo ano e afirmou que deseja trabalhar com a Rússia para reduzir o estoque global de armas nucleares.

Obama também reconheceu preocupação com a estratégia de seu governo contra o terrorismo, e disse que vai trabalhar com o Congresso para aumentar a transparência "de nossos alvos, detenções e acusações contra terroristas", e garantir que sejam feitas de acordo com a lei norte-americana.

(Reportagem de Roberta Rampton e Jeff Mason)

 
Presidente norte-americano Barack Obama discursa no Capitólio, em Washington. Obama disse na terça-feira que os Estados Unidos vão reforçar seu sistema antimísseis e ajudar o mundo a responder a ameaça representada pela Coreia do Norte, que desafiou a comunidade internacional ao realizar um terceiro teste nuclear. 12/02/2013 REUTERS/Kevin Lamarque