FOCUS-Mercado vê inflação maior e dólar menor em 2013

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013 12:59 BRST
 

Por Camila Moreira

SÃO PAULO, 13 Fev (Reuters) - Diante de renovados sinais de pressão inflacionária, o mercado vê o IPCA ainda maior neste ano, ao mesmo tempo em que reduziu pela terceira semana seguida a previsão para a cotação do dólar ante o real após as movimentações recentes do governo para amenizar os efeitos da alta dos preços.

De acordo com a pesquisa Focus do Banco Central divulgada nesta quarta-feira, após o Carnaval, os analistas veem o dólar no final deste ano a 2,03 reais, ante 2,05 reais na semana anterior.

Entre o Top 5 --instituições que mais acertam as projeções-- a expectativa é ainda um pouco mais baixa, de 2,02 reais, ante 2,05 reais anteriormente.

Na sexta-feira, o dólar chegou a ser negociado no patamar de 1,95 real durante os negócios após o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmar à Reuters que o governo não deixaria a moeda norte-americana ceder a 1,85 real, levando o mercado a buscar novos pisos para a moeda norte-americana.

Desde o final de janeiro, o dólar vem sendo negociado abaixo de 2 reais --piso informal que o vigorou por boa parte do ano passado-- e, para especialistas, isso ocorre porque o governo tem deixado o dólar perder força para retirar pressões inflacionárias.

Os preços continuam mostrando força neste início de ano. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou alta de 0,86 por cento em janeiro, a maior variação mensal desde abril de 2005, ainda puxado por alimentos e despesas pessoais.

Assim, no Focus, os analistas elevaram pela sexta semana seguida sua projeção para o IPCA neste ano, estimando agora alta de 5,71 por cento, ante 5,68 por cento na semana anterior. Para 2014 a projeção foi mantida em 5,50 por cento.

No Top 5, no entanto, os analistas estão bem mais pessimistas sobre o próximo ano, elevando as estimativas de alta do IPCA a 6,50 por cento, ante 5,80 por cento, no teto da meta oficial do governo.   Continuação...