Economia da zona do euro se aprofunda em recessão

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013 11:45 BRST
 

Por Annika Breidthardt e Vicky Buffery

BERLIM/PARIS, 14 Fev (Reuters) - A zona do euro aprofundou-se em recessão nos últimos três meses de 2012 após as duas maiores economias do bloco, Alemanha e França, terem encolhido no período.

O resultado marca o primeiro ano desde 1995 para o bloco monetário em que nenhum trimestre apresenta crescimento.

O Produto Interno Bruto (PIB) nos 17 países da zona do euro recuou 0,6 por cento no quarto trimestre, informou a agência de estatísticas da UE, Eurostat, após uma queda de 0,1 por cento no terceiro trimestre.

A queda foi a mais acentuada desde o primeiro trimestre de 2009 e pior do que a previsão média de uma queda de 0,4 por cento em uma pesquisa da Reuters com 61 economistas.

Para o ano como um todo, o PIB caiu 0,5 por cento.

Dentro da zona do euro, apenas a Estônia e a Eslováquia cresceram no último trimestre do ano, apesar de não existirem dados disponíveis ainda para a Irlanda, Luxemburgo, Malta e Eslovénia.

As grandes economias definiram o tom. A Alemanha teve contração de 0,6 por cento no trimestre, mostraram dados oficiais, marcando o pior desempenho desde o auge da crise financeira global em 2009. Já a França registrou retração de 0,3 por cento, também pior do que as expectativas.

Enquanto isso, a economia da Itália encolheu 0,9 por cento no quarto trimestre --sexto recuo trimestral consecutivo--, numa queda maior do que a de 0,6 por cento esperado pelo mercado, segundo pesquisa da Reuters com analistas.   Continuação...

 
Moeda e 1 euro é vista sob um mapa da Europa. A zona do euro aprofundou-se em recessão nos últimos três meses de 2012 após as duas maiores economias do bloco, Alemanha e França, terem encolhido no período. 09/01/2013 REUTERS/Kai Pfaffenbach