FOCUS-Mercado reduz inflação em 2013 após 6 semanas, vê dólar mais baixo

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 09:36 BRT
 

Por Camila Moreira

SÃO PAULO, 18 Fev (Reuters) - Após seis semanas seguidas de alta, o mercado reduziu a projeção para a inflação neste ano, ainda que levemente, assim como a estimativa para o câmbio, mantendo a perspectiva de manutenção da Selic em 7,25 por cento ao longo de 2013.

De acordo com pesquisa Focus do Banco Central divulgada nesta segunda-feira, os analistas consultados veem a inflação agora encerrando o ano a 5,70 por cento, ante 5,71 por cento anteriormente. Para 2014, a projeção foi mantida em alta de 5,50 por cento.

Os preços tanto no atacado quanto no varejo iniciaram fevereiro em desaceleração, de acordo com o Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), mas a inflação continua sendo um fator de preocupação.

A previsão para o IPCA nos próximos 12 meses foi elevada pela segunda vez no Focus, a 5,53 por cento, ante 5,49 por cento anteriormente.

Em meio a esse cenário, o mercado futuro de juros chegou a embutir na sexta-feira probabilidade superior a 50 por cento de alta na Selic já na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) em maio, de 0,25 ponto percentual.

Apesar disso, os analistas consultados no Focus ainda mantiveram a perspectiva de que a taxa básica de juros será mantida nos atuais 7,25 por cento ao longo deste ano, subindo a 8,25 por cento em 2014.

Entre o Top 5 --instituições que mais acertam as projeções-- a expectativa também é de manutenção da Selic neste ano, indo a 7,63 por cento em 2014. Isso diante de uma inflação projetada em 5,70 por cento em 2013, sem alterações ante a pesquisa anterior.

Tudo isso com a política cambial como pano de fundo. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, endureceu o discurso na semana passada ao dizer que a tarefa de controlar a inflação é do juro, e não do câmbio .   Continuação...