Suspeito de manipular jogos de futebol é preso em Milão

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013 08:51 BRT
 

Por Emilio Parodi e Francesca Landini

MILÃO, 21 Fev (Reuters) - A polícia italiana prendeu nesta quinta-feira um esloveno acusado de ser cúmplice de Tan Seet Eng, suposto chefe de uma quadrilha mundial que manipula resultados de jogos de futebol para beneficiar apostadores.

Admir Suljic, de 31 anos, era aguardado pela polícia ao desembarcar durante a madrugada de um voo procedente de Cingapura. Autoridades do pequeno país asiático haviam alertado os colegas italianos sobre a viagem do suspeito.

Em nota, a polícia disse que Suljic, acusado de "associação criminal com vistas à fraude desportiva", comprou uma passagem só de ida, já com a intenção de se render.

Ele estava foragido desde dezembro de 2011, e é considerado um elemento-chave na investigação italiana sobre resultados manipulados entre 2009 e 2011. A polícia disse que o esloveno seria levado para uma prisão na cidade de Cremona.

"Seu envolvimento direto com o grupo criminoso internacional, composto por cidadãos de Cingapura e por pessoas dos Bálcãs, emergiu da investigação", disse a nota policial.

Promotores italianos acusam Tan, também conhecido como Dan Tan, de chefiar uma organização que manipula resultados no mundo todo. As autoridades italianas já ordenaram sua prisão.

Uma investigação conjunta da Europol (agência europeia de combate a crimes) com promotores nacionais identificou cerca de 680 partidas sob suspeita, incluindo jogos das eliminatórias da Copa do Mundo e para torneios europeus, e jogos da Liga dos Campeões da Europa.

O governo de Cingapura diz que Tan não é procurado judicialmente no país, mas garantiu estar trabalhando com as autoridades europeias para investigar a quadrilha.   Continuação...