Maracanã atinge 85% de conclusão após fim de ameaça de greve

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013 19:21 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 22 Fev (Reuters) - Cerca de 85 por cento das obras do Maracanã estão concluídas e, após acordo que evitou uma greve de operários, a arena não deverá sofrer mais atrasos, disse nesta sexta-feira o Sindicato da Indústria Pesada do Rio de Janeiro, que reúne os funcionários que atuam na reforma do estádio.

Os operários fizeram nesta semana uma paralisação de advertência e ameaçaram uma greve, que foi descartada devido a um acordo em que os trabalhadores conseguiram aumento de 11 por cento, cesta básica de 330 reais e mais participações nos lucros de dois salários.

"Depois do acordo com o consórcio, a entrega no prazo está garantida. A não ser que aconteça algo excepcional, mas não contamos com essa possibilidade", afirmou à Reuters o diretor do sindicato, Wanger Siqueira.

O governador do Rio, Sérgio Cabral, interveio nas negociações para evitar mais atrasos nas obras do estádio, que será a sede da final do Copa das Confederações, em junho.

A previsão de conclusão das obras é 24 de abril, mas a entrega para a Fifa acontecerá em maio. Um amistoso do Brasil com a Inglaterra reabrirá o estádio, em 2 de junho.

O último balanço divulgado pela Secretaria de Obras apontava para 79 por cento das obras concluídas, em novembro de 2012.

De acordo com o diretor do sindicato, quase todos os assentos numerados já foram colocados e a lona usada na cobertura do estádio está em estágio avançado de execução. Para a instalação da lona, foram contratados alpinistas.

"Falta apenas a parte da linha central do gramado e achamos que na primeira semana de março isso deve ser concluído", afirmou.

O terreno está sendo preparado para a plantação da grama e ainda faltam ser finalizados camarotes e bares do novo estádio.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

 
Imagem aérea desta sexta-feira mostra estágio das obras no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. REUTERS/Ricardo Moraes