Projeções mostram Berlusconi à frente no Senado italiano

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 14:18 BRT
 

Por Barry Moody e James Mackenzie

25 Fev (Reuters) - Roma - As projeções da contagem inicial de votos na eleição da Itália nesta segunda-feira Horário local) mostraram a centro-direita de Silvio Berlusconi um pouco à frente no Senado, um resultado que poderia causar profunda instabilidade no governo se for confirmado.

As projeções nos canais de televisão RAI, Sky, Mediaset e LA 7 eram o contrário das previsões anteriores de pesquisas telefônicas que mostraram que a centro-esquerda assumiria liderança forte em ambas as casas do Parlamento.

A mudança nas projeções teve um impacto imediato sobre os mercados, que subiram mais cedo na esperança de um governo forte e estável liderado pela centro-esquerda.

Esse governo, provavelmente apoiado pelo primeiro-ministro tecnocrata de saída, Mario Monti, é visto como a melhor garantia de medidas para combater uma recessão profunda e o crescimento estagnado.

O objetivo de Berlusconi é ganhar poder suficiente no Senado para paralisar um governo liderado pela centro-esquerda.

As pesquisas telefônicas iniciais nos canais Sky e Rai, após a votação terminar às 11h (horário de Brasília), mostraram que a centro-esquerda de Pier Luigi Bersani estava 5 a 6 pontos à frente da centro-direita no Senado e na Câmara, com o movimento anti-governo do comediante genovês Beppe Grillo em terceiro lugar.

Mas as projeções iniciais no canal RAI, com base em uma pequena amostra do eleitorado de 47 milhões, mostraram a coalizão de Berlusconi, que inclui a federalista Liga Norte, à frente de Bersani no Senado por pouco mais de 2 pontos percentuais. As projeções ainda colocavam Grillo em terceiro.

As leis eleitorais da Itália garantem uma forte maioria na Câmara ao partido ou coalizão que ganhar a maior parte dos votos nacionais.   Continuação...