Projeção aponta que não haverá maioria no Senado da Itália

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 16:09 BRT
 

ROMA, 25 Fev (Reuters) - Nenhum dos quatro grupos principais que disputam as eleições parlamentares italianas deve conseguir uma maioria no Senado, indicou uma projeção da TV estatal RAI nesta segunda-feira.

A centro-direita italiana deve ficar com 113 assentos no Senado, com a centro-esquerda conquistando 105. O Movimento 5 Estrelas, de Beppe Grillo, deve ter 63 e os centristas que apoiam o primeiro-ministro Mario Monti devem ficar com 20 cadeiras, segundo a RAI.

Uma coalizão ou partido precisa conquistar 158 cadeiras das 315 do Senado para conquistar a maioria na câmara alta do Parlamento, que um governo precisa para aprovar leis.

(Reportagem de Steve Scherer)