Estoque de crédito fica estável em janeiro; inadimplência não cede--BC

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013 11:20 BRT
 

BRASÍLIA, 26 Fev (Reuters) - O estoque total de crédito no Brasil ficou estável em janeiro ante dezembro, chegando a 2,367 trilhões de reais, ou 53,2 por cento do PIB, informou o Banco Central (BC) nesta terça-feira.

O BC informou também que a taxa de inadimplência no segmento de recursos livres ficou em 5,6 por cento em janeiro, também estável em relação sobre dezembro. O mesmo aconteceu com os atrasos de pagamentos total, incluindo recursos direcionados também, cuja taxa permaneceu em 3,7 por cento no período.

Ainda segundo o BC, o spread bancário --diferença entre o custo de captação e o efetivamente cobrado pelos bancos-- no segmento de recursos livres ficou em 18,3 pontos percentuais no mês passado, ante 17,6 pontos percentuais em dezembro.

O spread em operações de crédito direcionado ficou em 3,1 pontos em janeiro, ante 2,4 pontos do mês anterior. Já o spread total, incluindo os segmentos livre e direcionado, ficou em 12,2 pontos no mês passado, ante 11,5 pontos em dezembro.

A taxa média de juros total abrangendo crédito com recursos livres e direcionados ficou em 18,5 por cento em janeiro, superior aos 18,0 por cento em janeiro.

No segmento de recursos livres, a taxa de juros ficou em 26,1 por cento, maior que os 25,3 por cento em dezembro. No segmento do crédito direcionado, a taxa de juros foi de 7,2 por cento em janeiro, frente a 7,0 por cento em dezembro.

O BC projeta para este ano expansão moderada do crédito com previsão de crescimento de 14 por cento, após o aumento de 16,2 por cento em 2012.

(Por Luciana Otoni e Alonso Soto)