Mantega diz que controle da inflação é prioridade para governo

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013 14:08 BRT
 

Por Luciana Lopez e Daniel Bases

NOVA YORK, 26 Fev (Reuters) - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta terça-feira que o controle da inflação é uma prioridade para o governo e que a meta de inflação deste ano será cumprida.

"Vamos cumprir novamente em 2013 as metas de inflação", disse Mantega a investidores em Nova York, durante evento para promover as concessões do governo. "Controlar a inflação é prioridade."

A meta oficial do governo é de 4,5 por cento pelo IPCA, com margem de dois pontos percentuais para mais ou menos. Atualmente, em 12 meses, o indicador encontra-se acima de 6 por cento, com pressão dos preços de alimentos e despesas pessoais.

Mantega afirmou que o rápido desenvolvimento trouxe volatilidade ao câmbio e forçou o governo a implementar controles de capital, como o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) em vários ativos.

"Hoje temos um câmbio estabilizado num patamar mais realista e com baixa volatilidade", afirmou Mantega.

Enquanto alguns desses impostos, que diminuíram o fluxo de dinheiro especulativo que entra no país, foram removidos, ele disse que não há planos para eliminar todos eles.

Quando perguntado se o governo estava considerando remover o IOF sobre renda fixa para investidores estrangeiros, Mantega respondeu: "Não, não para a renda fixa."

MAIS RETORNO

Mantega disse ainda esperar que os investidores tenham taxas de retornos acima de 10 por cento ao ano nos seus projetos de infraestrutura, acima dos cerca de 5,5 por cento visto atualmente.

A economia brasileira tem mostrado dificuldades em alavancar sua recuperação. No ano passado, o Produto Interno Bruto (PIB) deve ter crescido cerca de 1 por cento e, para este ano, a expectativa é de que ficará em torno de 3 por cento.