Vale tem prejuízo de R$5,628 bi no 4o trimestre de 2012

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013 20:12 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 27 Fev (Reuters) - A Vale registrou um prejuízo líquido de 5,628 bilhões de reais no último trimestre de 2012, bem maior do que o esperado pelo mercado, considerando itens não caixa e não recorrentes, informou a empresa nesta quarta-feira.

Analistas já esperavam a perda trimestral, a primeira em 10 anos, devido à depreciação de ativos de alumínio e níquel anunciada em dezembro pela companhia, entre outros fatores. Mas a média de estimativas dos analistas ouvidos pela Reuters apontava para um prejuízo líquido de 1,274 bilhão de dólares, equivalente a cerca de 2,51 bilhões de reais pela cotação desta quarta-feira (US$1=R$1,9739).

Em USGAAP, a Vale também registrou prejuízo superior ao aguardado por analistas, de 2,647 bilhões de dólares, considerando baixas contáveis de ativos de 4,023 bilhões de dólares e de investimentos no valor de 1,641 bilhão de dólares, além de outras.

Descontando os efeitos contábeis de não caixa e de itens não recorrentes, a maior produtora de minério do mundo teve lucro líquido básico de 4,102 bilhões de reais.

O lucro líquido básico do mesmo período de 2011 foi de 8,931 bilhões de reais. No terceiro trimestre de 2012, o lucro foi de 4,613 bilhões de reais.

NO ANO

Com a inclusão das questões contábeis, que não afetam o resultado financeiro real da companhia, mas devem ser declaradas de acordo com regras gerais de contabilidade aceitas nos Brasil (BR GAAP), o lucro líquido da Vale no ano de 2012 foi de 9,734 bilhões de reais.

Já o lucro líquido básico, que exclui os itens não recorrentes, foi de 22,18 bilhões de reais, equivalente a 4,34 reais por ação diluído, uma queda de 43,4 por cento ante o resultado de 2011.

(Reportagem de Sabrina Lorenzi e Roberto Samora)