Bento 16 encerra pontificado com promessa de obediência ao novo papa

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013 17:45 BRT
 

Por Philip Pullella

CIDADE DO VATICANO, 28 Fev (Reuters) - O papa Bento 16 encerrou um difícil pontificado nesta quinta-feira e prometeu obediência incondicional a quem lhe suceder para guiar a Igreja Católica em um dos períodos mais assolados por crises nos 2.000 anos de história.

O papado tornou-se oficialmente vago às 20h (16h em Brasília), marcando a primeira vez em seis séculos que um papa renuncia em vez de deixar o posto após a morte.

Em um gesto simbólico, os sentinelas da Guarda Suíça deixaram a entrada da residência papal de verão ao sul de Roma, para onde o agora "papa emérito" voou de helicóptero menos de três horas antes do fim de seu pontificado, e as portas de madeira maciça do local foram fechadas.

Ao mesmo tempo, os apartamentos do papa no Vaticano foram trancados e não serão abertos até que um novo papa seja eleito.

Após deixar o Vaticano de helicóptero, Bento 16 enviou sua última mensagem pelo Twitter: "Obrigado por seu amor e apoio. Que vocês sempre experimentem a alegria que advém ao colocar Cristo no centro de suas vidas."

Os sinos badalaram na Basílica de São Pedro e em igrejas por toda Roma enquanto o helicóptero circulava a Cidade do Vaticano, sobrevoava o Coliseu e outros monumentos para dar ao pontífice uma última visão da cidade onde ele também é bispo.

"Como vocês sabem, hoje é um dia diferente dos outros", disse ele a uma multidão emocionada e eufórica na pequena cidade de Castelgandolfo, local da residência de verão, em seu último comentário público como papa.

"Depois disso, serei apenas um peregrino que está começando a última fase de sua peregrinação nesta Terra."   Continuação...

 
O papa Bento 16 deixa a varanda de sua residência de verão em Castelgandolfo após abençoar seus fiéis pela última vez. 28/02/2013 REUTERS/Tony Gentile