IPCA sobe 0,60% em fevereiro e eleva alta em 12 meses a 6,31%

sexta-feira, 8 de março de 2013 13:12 BRT
 

Por Diogo Ferreira Gomes e Camila Moreira

RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO, 8 Mar (Reuters) - Auxiliada pela redução na tarifa de energia elétrica, a inflação desacelerou em fevereiro, mas o resultado acima do esperado aumenta a pressão sobre o Banco Central para elevar o juro básico do país.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, que mede a inflação oficial, subiu 0,60 por cento no mês passado, com grande peso de alimentos e educação, depois de uma alta de 0,86 por cento em janeiro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira.

Com isso, o IPCA acumulou uma alta de 6,31 por cento nos últimos 12 meses, ante 6,15 por cento nos 12 meses encerrados em janeiro, aproximando-se ainda mais do teto da meta de inflação, de 4,5 por cento mais 2 pontos percentuais.

Analistas ouvidos pela Reuters esperavam avanço de 0,49 por cento no mês passado, de acordo com a mediana de 39 analistas, com as projeções variando de 0,38 a 0,56 por cento. Para 12 meses, as expectativas eram de alta de 6,20 por cento.

"Isso pressiona o governo para agir em relação à política monetária. Ainda bem que o BC já mudou o tom na última reunião", avaliou o economista sênior do Espírito Santo Investment Bank, Flávio Serrano, referindo-se ao encontro desta semana do Comitê de Política Monetária do BC.

De acordo com o IBGE, as contas de energia elétrica ficaram 15,17 por cento mais baratas em fevereiro, refletindo a redução no valor das tarifas promovida pelo governo e com impacto negativo de 0,48 ponto percentual no índice. Sem isso, o IPCA teria registrado inflação acima de 1 por cento no mês.

O resultado da energia compensou as altas nos valores do aluguel (2,26 por cento) e condomínio (1,33 por cento), colaborando para a queda de 2,38% do grupo Habitação em fevereiro.

EDUCAÇÃO E ALIMENTOS   Continuação...

 
Vista da represa da hidrelétrica de Furnas e fios de condução elétrica, em São José da Barra, Minas Gerais. Auxiliado pela redução na tarifa de energia elétrica, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) desacelerou a alta em fevereiro a 0,60 por cento, acumulando alta de 6,31 por cento por cento no mês passado. 14/01/2013 REUTERS/Paulo Whitaker