10 de Janeiro de 2011 / às 09:29 / em 7 anos

Confrontos na fronteira norte-sul do Sudão deixam 23 mortos

Por Andrew Heavens

CARTUM (Reuters) - Pelo menos 23 pessoas morreram em confrontos com árabes nômades próximo à fronteira entre o norte e o sul do Sudão, disseram líderes na disputada região de Abyei nesta segunda-feira, no segundo dia do referendo de uma semana sobra a independência do sul.

Analistas citam Abyei como o local mais provável de episódios violentos entre o norte e o sul durante e depois da votação, o clímax de um complicado acordo de paz que acabou com décadas de guerra civil.

O sul deve se separar do norte, predominantemente muçulmano, deixando Cartum sem a maioria de suas reservas de petróleo.

Moradores da região central de Abyei receberam a promessa de um referendo próprio para decidir se ficariam com o norte ou com o sul, mas líderes não chegaram a um acordo sobre como fazer o pleito e a votação, inicialmente prevista para 9 de janeiro, não aconteceu.

Líderes da tribo Dinka Ngok, de Abyei, ligados ao sul, acusaram Cartum de armar milícias árabes da região em confrontos na sexta-feira, no sábado e no domingo e disseram esperar mais ataques nos próximos dias.

Reportagem adicional de Opheera McDoom

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below