Em Ohio, Obama critica comercial de Romney sobre montadora

sexta-feira, 2 de novembro de 2012 17:06 BRST
 

HILLIARD, Ohio, 2 Nov (Reuters) - o presidente dos EUA, Barack Obama, criticou o rival republicano Mitt Romney nesta sexta-feira por veicular um comercial que sugeria erroneamente que a Jeep estava transferindo sua produção para a China, acusando seu oponente de manipular a verdade para assustar eleitores na reta final da campanha eleitoral.

Romney disse a uma plateia na semana passada em Defiance, Ohio, que ele havia lido um artigo que dizia que a Jeep, marca da montadora Chrysler, estava avaliando transferir "toda a produção para a China".

A campanha do republicano veiculou um comercial que não repetia a afirmação sobre a transferência, mas dizia que a Chrysler estava considerando produzir Jeeps na China, o que a Chrysler já havia dito anteriormente.

A confusão sobre o assunto fez com que o presidente do grupo Chrysler, Sergio Marchionne, reafirmasse na terça-feira que a companhia não estava transferindo a produção de veículos dos EUA para a China.

A campanha de Obama criticou amplamente o comercial de Romney. O plano de ajuda à industria automobilística promovido pelo atual presidente é visto como a principal razão para a sua pequena, mas consistente, liderança nas pesquisas em Ohio, onde os empregos relacionado às montadoras são essenciais para a economia.

Obama tocou no assunto nesta sexta-feira, ao começar um roteiro de um dia inteiro por Ohio, um estado indeciso cujos votos podem determinar quem vencerá a eleição na terça-feira.

Obama disse que o comercial de Romney levou trabalhadores a ligarem perguntando se seus empregos estavam seguros.

"Você não coloca medo em dedicados trabalhadores americanos apenas para conseguir alguns votos. Não é isso que ser presidente significa. Isso não é coisa de um líder", afirmou o democrata.

Dados divulgados nesta sexta-feira mostraram que as taxas de desemprego subiram levemente para 7,9 por cento em outubro. Ao mesmo tempo, empresas aumentaram as contratações no último mês, o que fez com que mais trabalhadores retomassem a busca por empregos, resultando na pequena elevação no índice de pessoas procurando trabalho.   Continuação...

 
Candidato à reeleição, presidente dos Estados Unidos Barack Obama criticou comentário do adversário republicano Mitt Romney. 02/11/2012. REUTERS/Jason Reed