Sandy sopra ventos de incerteza na eleição dos EUA

segunda-feira, 5 de novembro de 2012 10:28 BRST
 

Por Andy Sullivan e Alina Selyukh

WASHINGTON, 5 Nov (Reuters) - A tempestade Sandy, que devastou parte da Costa Leste dos EUA na semana passada, pode soprar ventos de incerteza na eleição presidencial norte-americana, tornando a disputa ainda mais acirrada e lançando dúvidas sobre a legitimidade do resultado.

Especialistas dizem que dificilmente a tempestade irá determinar a vitória do presidente Barack Obama ou do desafiante Mitt Romney, mas pode expor falhas no sistema eleitoral dos EUA, levando a uma prolongada disputa judicial e causando um impasse num país já dividido politicamente.

No pior cenário, a perturbação causada pela tempestade pode fazer Obama perder na votação popular, mas ainda assim ser reeleito pelo Colégio Eleitoral, a exemplo do que ocorreu na disputa de 2000, quando o republicano George W. Bush foi eleito com menos votos diretos que o democrata Al Gore.

Mudanças de última hora impostas pelas autoridades eleitorais podem municiar ainda mais os advogados dos candidatos em impugnações do resultado.

No mínimo, o baixo comparecimento às urnas introduzirá uma nova variável numa eleição que deve ser uma das mais acirradas na história dos EUA. Votar pode estar longe de ser uma prioridade para centenas de milhares de pessoas às voltas com a falta de energia, a escassez de combustível e a queda das temperaturas.

"É uma possibilidade que vejamos quedas significativas no comparecimento em algumas dessas áreas densamente povoadas", disse Michael McDonald, professor de Ciências Políticas da Universidade George Mason. "Os efeitos podem ser bastante dramáticos em termos de voto popular."

A eleição de terça-feira será especialmente complicada em Nova York e Nova Jersey, os Estados mais atingidos pela tempestade. Ali, equipes de resgate ainda recolhem corpos, 1,9 milhão de empresas e moradias estão sem energia, e dezenas de milhares de pessoas enfrentam a aproximação do inverno sem calefação.

As autoridades eleitorais enfrentam agora desafios sem precedentes. Em Nova York, 143 mil eleitores foram transferidos de seção eleitoral, e o prefeito Michael Bloomberg alertou que nem os mesários foram adequadamente informados das mudanças. Em Nova Jersey, as autoridades vão aceitar que eleitores transferidos de seção votem por email.   Continuação...

 
Especialistas dizem que dificilmente a tempestade irá determinar a vitória de Barack Obama ou de Mitt Romney, mas pode expor falhas no sistema eleitoral dos EUA 04/11/2012. REUTERS/Jason Reed