SAIBA MAIS-Como funciona o sistema de Colégio Eleitoral dos EUA

segunda-feira, 5 de novembro de 2012 12:42 BRST
 

5 Nov (Reuters) - O sistema eleitoral dos EUA é indireto, o que implica que o presidente e o vice-presidente são eleitos por um Colégio Eleitoral e não pelos cidadãos de forma direta. Veja alguns fatos sobre o sistema:

* O Colégio Eleitoral, que não é um local mas um processo, consiste em 538 delegados. Para ganhar a Presidência, o candidato deve ter o voto de pelo menos 270 delegados.

* O número de delegados é igual ao número de parlamentares no Congresso -- 435 na Câmara dos Deputados e 100 no Senado, e mais três para o Distrito de Columbia. Cada cota de delegados por Estado é igual ao número de seus representantes na Câmara mais um para cada dois senadores.

* A maioria dos Estados tem um sistema no qual o vencedor em cada Estado leva todos os delegados correspondentes. O candidato presidencial que ganhar pelo voto popular no Estado leva todos os seus delegados. Maine e Nebraska são os dois único com uma variação com "representação proporcional" que pode resultar em uma divisão de seus delegados entre os candidatos.

* Críticos dizem que o sistema do Colégio Eleitoral não cumpre com a intenção original, porque o candidato pode perder no voto popular nacional e ainda assim ganhar a eleição, ao ganhar a combinação certa de Estados. Isto aconteceu mais recentemente na controversa eleição de 2000, quando o democrata Al Gore conseguiu a maioria dos votos, porém o republicano George W. Bush ganhou a Presidência.

* Não há nenhuma exigência constitucional para que os delegados votem de acordo com os resultados da votação popular, apesar de alguns Estados exigirem isso.

* Os delegados reúnem-se em seus Estados em dezembro e votam para presidente e vice-presidente. Se nenhum candidato presidencial atingir os 270 delegados, a votação vai para a Câmara dos Deputados, onde cada Estado tem um voto.

A Câmara já decidiu duas eleições presidenciais -- a de Thomas Jefferson, em 1800, e de John Quincy Adams, em 1824.

O Senado elegeria o vice-presidente, com cada senador representando um voto. Isso eleva a possibilidade de o presidente e o vice-presidente serem de partidos diferentes.   Continuação...