SAIBA MAIS-O que é preciso para vencer a eleição no Estado de Ohio

segunda-feira, 5 de novembro de 2012 16:31 BRST
 

Por Eric Johnson

CINCINNATI, Estados Unidos, 5 Nov (Reuters) - Depois de toda a arrecadação de campanha, das propagandas políticas, dos comícios, encontros e esforços para obter votos, alguns condados em apenas um Estado norte-americano, o de Ohio, poderão ter uma voz descomunal na eleição presidencial de terça-feira.

Nacionalmente, as pesquisas mostram que o presidente Barack Obama e o rival republicano, Mitt Romney, estão empatados. De acordo com a maioria dos cálculos, Ohio é no momento o campo de batalha mais crítico da corrida Estado a Estado dos candidatos para obter os 270 votos eleitorais necessários para chegar à Casa Branca.

Uma pesquisa Reuters/Ipsos no domingo mostrou Obama com uma vantagem sobre o ex-governador de Massachusetts por 48 por cento a 44 por cento em Ohio. Outras pesquisas apontam uma corrida apertada similar no Estado do Meio-Oeste de 11,5 milhões de habitantes. Obama venceu no Estado por 4,6 pontos percentuais ao derrotar o republicano John McCain em 2008.

Eis o que os analistas eleitorais afirmam que as campanhas precisam fazer para vencer no decisivo Estado de Ohio e obter seus 18 votos no colégio eleitoral:

- A equipe de Obama precisa maximizar o comparecimento às urnas no norte, em especial no condado de Cuyahoga, perto do reduto democrata de Cleveland, uma área que abriga perto de 10 por cento da população do Estado. A parte norte do Estado é profundamente ligada à indústria automotiva e tem forte presença do trabalho organizado.

- Obama precisa evitar uma derrota feia no condado de Hamilton, onde o democrata venceu em 2008, mas que em geral tende para os republicanos. O condado de Hamilton é o canto sudoeste do Estado, adjacente ao Kentucky e inclui a cidade de Cincinnati. Ele tem muitos eleitores socialmente conservadores e está cercado por algumas das partes de Ohio mais simpáticas aos republicanos, incluindo o 8o Distrito do líder da Câmara dos Deputados John Boehner.

- A campanha de Romney precisa maximizar o comparecimento às urnas nas áreas rurais e do subúrbio, em especial no sudeste conservador e no condado de Hamilton, e tentar reduzir a vantagem de Obama no norte. Romney provavelmente precisa levar o condado de Hamilton para vencer no Estado.

- O condado de Franklin, tradicionalmente moderado, na parte central do Estado, poderá se provar decisivo se as campanhas conseguirem movimentar seus eleitores. Columbus, a capital do Estado, tende para os democratas, mas os subúrbios são mais republicanos.

- O condado de Stark também é bastante visado. Ele se estende do nordeste democrata ao sudeste conservador e ficou do lado do vencedor em 10 das últimas 12 eleições presidenciais.

(Reportagem adicional de Kim Palmer, em Cleveland)