SAIBA MAIS-O que Obama e Romney significam para vários setores

terça-feira, 6 de novembro de 2012 19:29 BRST
 

6 Nov (Reuters) - O resultado da eleição presidencial de terça-feira nos Estados Unidos irá deixar vencedores e vencidos em diversos setores econômicos, e pode determinar quais ações tenderão a subir ou descer no mercado.

Abaixo, um resumo das possíveis implicações em vários setores caso o presidente Barack Obama, do Partido Democrata, seja reeleito, e caso o vencedor seja o desafiante republicano, Mitt Romney.

COM VITÓRIA DE OBAMA

- Energia alternativa: Obama promete manter o apoio ao desenvolvimento de energias renováveis, como a solar e a eólica, mas vai precisar de sustentação parlamentar para ampliar ou renovar as isenções tributárias que têm permitido o avanço desse setor.

- Indústria química: Os produtores temem que uma vitória de Obama leve a uma nova onda regulatória, acrescentando um ônus a essas empresas.

- Carvão: o setor considera que o endurecimento das regras impostas pela Agência de Proteção Ambiental (EPA) no governo Obama atrapalhou sua atividade. Grupos setoriais dizem que as usinas a carvão, responsáveis por 3 por cento da geração energética nos EUA, precisarão ser aposentadas, e que não há espaço para a construção de novas enquanto a EPA estiver sob o comando de Obama.

- Finanças: As reformas financeiras da Lei Dodd-Frank provavelmente serão implementadas com mais firmeza para seguradoras e bancos de investimentos. Políticas tributárias favoráveis para os dividendos e os ganhos de capital podem ser alteradas, afetando os lucros das firmas de investimentos privados.

- Saúde: hospitais e planos de saúde devem se beneficiar da implementação gradual da reforma do setor feita no governo Obama, que obriga a maioria dos indivíduos a contratarem seguros-saúde.

- Em resumo: Num governo democrata, os setores que mais tendem a se beneficiar são os de instalações e serviços de saúde, alimentos e varejo básico, construção civil, e ferramentas e serviços de ciências da vida, segundo nota da LPL Financial.   Continuação...