Governo francês anuncia projeto de lei para permitir casamento gay

quarta-feira, 7 de novembro de 2012 13:49 BRST
 

Por Tom Heneghan

PARIS, 7 Nov (Reuters) - O governo socialista da França aprovou um projeto de lei nesta quarta-feira para permitir o casamento homossexual, apesar de sofrer ataque feroz de líderes religiosos e políticos conservadores.

O projeto de lei, apresentado como a primeira grande reforma social da presidência de François Hollande, outorgaria aos casais gays o direito de adotar crianças, mas não permitiria a utilização de métodos de procriação assistida, como a inseminação artificial.

O Parlamento deve votar sobre as propostas até meados de 2013.

O projeto foi um acordo, deixando de fora a complexa questão da procriação assistida para facilitar sua aprovação no Parlamento. Mas deputados de esquerda prometeram alterar o texto para incluí-la.

Líderes de todas as grandes religiões e alguns deputados conservadores criticaram vigorosamente o plano e grupos católicos anunciaram manifestações de rua na próxima semana.

"Este é um passo importante para a igualdade de direitos", disse a ministra da Família, Dominique Bertinotti, a jornalistas depois de um encontro do gabinete aprovar o projeto para permitir o "casamento para todos", como seus defensores descreveram a reforma.

Uma porta-voz do governo disse que Hollande falou ao gabinete que a reforma seria um "progresso não só para alguns, mas para toda a sociedade", uma resposta clara a uma acusação feita pelo cardeal de Paris André Vingt-Trois de que era "uma fraude" favorecendo uma pequena minoria.

IGREJA E CONSERVADORES SÃO CONTRA   Continuação...