Chile suspende construção na mina Pascua Lama por segurança

sábado, 10 de novembro de 2012 16:52 BRST
 

SANTIAGO, 10 Nov (Reuters) - Uma agência estatal chilena suspendeu temporariamente o trabalho de construção na mina Pascua Lama, da Barrick Gold, citando preocupação com a saúde dos trabalhadores no local, que fica no alto dos Andes, informou um jornal neste sábado.

Depois de uma recente visita ao local da mina de ouro, inspetores de segurança da unidade do Ministério de Mineração da unidade de geologia Sernageomin disseram que níveis excessivos de poeira podem representar um risco para os trabalhadores.

"Isso afeta a segurança da operação de mineração", disse a agência, segundo um documento citado pelo jornal La Tercera, acrescentando que as autoridades encomendaram uma série de estudos para serem realizados antes que o trabalho possa continuar.

O jornal afirmou que a Barrick, maior produtora de ouro do mundo, havia proposto suspender o trabalho antes que a agência governamental ordenasse a suspensão.

Este é o mais recente de uma série de contratempos em Pascua Lama, que fica na fronteira entre o Chile e a Argentina.

No inicio do mês, a Barrick aumentou novamente a estimativa de custos de construção da mina para entre 8 bilhões e 8,5 bilhões de dólares, depois de um orçamento anterior de 7,5 bilhões a 8 bilhões de dólares.

A empresa atribuiu o aumento a atrasos e custos mais altos de mão de obra e gerenciamento de projeto.

(Por Felipe Iturrieta)