Vaticano promete combater casamento gay após vitória nos EUA e Europa

domingo, 11 de novembro de 2012 10:43 BRST
 

CIDADE DO VATICANO, 11 Nov (Reuters) - O Vaticano, reagindo a fortes conquistas para o casamento gay nos Estados Unidos e na Europa, prometeu no sábado nunca parar de lutar contra as tentativas de "apagar" o papel privilegiado do casamento heterossexual, que descreveu como sendo "uma conquista da civilização".

Pelo segundo dia consecutivo, a mídia do Vaticano publicou editoriais contundentes declarando a inequívoca oposição da Igreja Católica Romana.

"Está claro que nos países ocidentais há uma tendência disseminada de modificar a visão clássica do casamento entre um homem e uma mulher, ou então de renunciar a ela, apagando seu reconhecimento legal específico e privilegiado em comparação a outras formas de união", disse o padre Federico Lombardi em um duro editorial na Rádio Vaticano.

Eleitores nos Estados norte-americanos de Maryland, Maine e Washington aprovaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo na terça-feira, a primeira vez que os direitos matrimoniais foram estendidos a casais do mesmo sexo por voto popular.

O editorial de Lombardi na Rádio Vaticano, que é transmitida para o mundo todo em cerca de 30 línguas, descreveu os votos como míopes, afirmando que "a lógica deles não pode ter uma percepção de longo alcance pelo bem comum".

Lombardi, que também é o principal porta-voz do Vaticano e diretor da Rádio Vaticano e da Televisão do Vaticano, disse ser "conhecimento público" que o "casamento monogâmico entre um homem e uma mulher é uma conquista da civilização".

(Por Philip Pullella)