Chefe de notícias da BBC se demite após escândalo de abuso

segunda-feira, 12 de novembro de 2012 08:58 BRST
 

LONDRES, 12 Nov (Reuters) - Dois dos mais altos funcionários da BBC News deixaram o cargo nesta segunda-feira, um dia depois que o presidente do conselho ter declarado ser necessária uma mudança radical para sobrevir ao escândalo de abuso sexual infantil.

A diretora da BBC News, Helen Boaden, e seu vice, Steve Mitchell, se afastaram dois dias depois de o diretor-geral ter se demitido para responder pela veiculação de alegações falsas de abuso sexual infantil contra um ex-político.

No sábado, George Entwistle deixou o cargo de diretor-geral, dois meses depois de assumir o posto, para responder a uma denúncia por responsabilidade pela acusação errônea de abuso de um ex-político em um programa da rede.

Chris Patten, presidente do BBC Trust, afirmou no domingo que agiria rápido para substituir Entwistle, ao mesmo tempo em que faria uma revisão radical da corporação.

(Reportagem de Kate Holton)

 
Presidente do BBC Trust, Chris Patten, aguarda para falar no programa pol[itico de Andrew Marr nos estúdios da BBC, em Londres. Dois dos mais altos funcionários da BBC News deixaram o cargo nesta segunda-feira, um dia depois que o presidente do conselho ter declarado ser necessária uma mudança radical para sobrevir ao escândalo de abuso sexual infantil. 11/11/2012 REUTERS/Jeff Overs/BBC/Divulgação