Bono pedirá a políticos dos EUA que não cortam programas em países pobres

segunda-feira, 12 de novembro de 2012 13:55 BRST
 

Por Lesley Wroughton

WASHINGTON, 12 Nov (Reuters) - O roqueiro e ativista contra a pobreza Bono vai pedir a parlamentares democratas e republicanos, durante visita a Washington nesta semana, para pouparem os programas de assistência dos EUA em países pobres dos cortes orçamentários, à medida que o Congresso tenta evitar o "abismo fiscal".

A visita do irlandês vocalista da banda U2 ocorrerá enquanto o governo Obama e líderes do Congresso tentam fechar um acordo nas próximas semanas para evitar que a economia atinja o "abismo fiscal" -- um pacote de aumento de impostos e cortes nos gasto públicos, no valor de 600 bilhões de dólares, que entrará em vigor em janeiro, caso o Congresso não haja.

Analistas dizem que a falta de um acordo poderia abalar fortemente os EUA, a maior economia do mundo, e lançá-los de volta para a recessão.

A porta-voz dos campanha ONE, Kathy McKiernan, disse que Bono vai realizar negociações com parlamentares do Congresso e importantes autoridades da administração Obama durante a visita de 12 a 14 de novembro.

Durante as reuniões, Bono vai enfatizar a efetividade da ajuda estrangeira dos EUA com programas de assistência e a necessidade de preservá-los para evitar colocar em risco o progresso feito no combate a doenças como Aids, tuberculose e malária, afirmou a porta-voz.

Bono, um defensor de longa data dos direitos dos pobres, irá argumentar que os programas financiados pelo governo norte-americano representam 1 por cento do orçamento dos EUA, mas ajudam a salvar dezenas de milhões de vidas em nações pobres.

A campanha ONE não quis elaborar quais parlamentares e autoridades importantes da administração Obama irão encontrar Bono.

Na segunda-feira, Bono irá discutir o poder dos movimentos sociais com estudantes na Universidade de Georgetown. Ele também irá encontrar o novo presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, em uma discussão transmitida pela Internet na quarta-feira sobre os desafios para erradicar a pobreza.

 
O cantor Bono, da banda US, fala na abertura da sessão do Fórum de Oslo, na Noruega. O roqueiro e ativista contra a pobreza Bono vai pedir a parlamentares democratas e republicanos, durante visita a Washington nesta semana, para pouparem os programas de assistência dos EUA em países pobres dos cortes orçamentários, à medida que o Congresso tenta evitar o "abismo fiscal". Foto de Arquivo. 18/06/2012 REUTERS/Cathal McNaughton