Polícia britânica prende em Liverpool suspeito de integrar o ETA

sexta-feira, 16 de novembro de 2012 13:19 BRST
 

MADRI, 16 Nov (Reuters) - A polícia britânica prendeu nesta sexta-feira um suspeito de integrar o grupo separatista basco ETA na cidade de Liverpool, norte da Inglaterra, informou o Ministério do Interior da Espanha, em um comunicado.

O ministério identificou o homem como Raúl Sánchez Fuentes Villota, de 46 anos, e disse que ele está ligado a uma série de assassinatos, mas estava foragido desde 1995. Ele vivia na Grã-Bretanha usando documentos falsos, de acordo com o comunicado.

Fuentes Villota era membro de ramificações regionais do ETA que realizaram vários assassinatos e armaram carros-bomba, entre outros crimes no início dos anos 1990, segundo o ministério.

A polícia em Liverpool informou estar trabalhando com a embaixada espanhola para a extradição de Fuentes Villota e uma porta-voz acrescentou que ele iria ser levado a um tribunal em Londres "o mais rápido possível".

O grupo Euskadi Ta Askatasuna (ETA), que significa Pátria Basca e Liberdade, é um movimento independentista do País Basco --região no norte da Espanha--, iniciado nos anos 1950. Um ano atrás o ETA anunciou que iria abandonar a luta armada, que causou mais de 800 mortes.

O grupo foi enfraquecido por prisões da maioria de seus líderes e perda de apoio no País Basco. Em outubro, o suspeito de dirigir sua ala militar foi detido na França.

O governo espanhol se negou a negociar um fim definitivo para o conflito, insistindo que o ETA se dissolva formalmente e entregue suas armas.

(Reportagem de Clare Kane em Madri ePeter Schwartzstein em Londres)