Iraque diz que não vai propor ação árabe contra Israel por Gaza

sexta-feira, 16 de novembro de 2012 15:47 BRST
 

16 Nov (Reuters) - O enviado do Iraque à Liga Árabe disse que vai propor aos Estados árabes que usem o petróleo como uma arma para pressionar pela interrupção dos ataques israelenses contra Gaza. Depois, porém, ele aparentemente retirou a declaração, afirmando que Bagdá não faria nenhuma proposta em particular para uma reunião da Liga.

"O representante iraquiano na Liga Árabe, Qais el-Azzawy, nega que exista uma proposta do Iraque aos ministros das Relações Exteriores árabes amanhã (sábado) que tratará especificamente da agressão israelense contra Gaza", disse Azzawy em uma declaração por e-mail à Reuters enviada por um assessor de imprensa.

Antes, Azzawy disse a jornalistas no Cairo, sede da Liga Árabe: "O Iraque convidará os ministros (árabes) a usar a arma do petróleo, destinada a garantir uma pressão real sobre os Estados Unidos e quem quer que fique com Israel."

E continuou: "A arma econômica é a mais forte para ser colocada em ação agora, a fim de garantir que fiquemos ao lado do povo palestino, uma vez que não há nenhuma força militar que possa se equiparar a Israel no atual momento."

(Por Shaimaa Fayed)