Carro-bomba mata 7 peregrinos xiitas estrangeiros no Iraque

sábado, 17 de novembro de 2012 12:50 BRST
 

BAGDÁ - Pelo menos sete peregrinos muçulmanos xiitas do Irã e do Paquistão foram mortos neste sábado na explosão de um carro-bomba em uma cidade ao norte da capital do Iraque, disseram fontes da polícia e de um hospital. O ataque aconteceu durante a celebração do mês sagrado da Ashura, de significado especial para os muçulmanos xiitas, que são alvo de insurgentes de um grupo iraquiano afiliado à al Qaeda e de outras organizações rebeldes islamistas sunitas. Segundo a polícia, um carro estacionado explodiu perto de um restaurante na periferia de Balad, cidade situada 80 quilômetros ao norte de Bagdá, causando a morte dos peregrinos que iam da cidade sagrada xiita de Samarra para a capital. Outras 25 pessoas ficaram feridas, de acordo com fontes médicas. Quase um ano depois de os Estados Unidos terem retirado suas últimas tropas do Iraque, o braço local da al Qaeda promete reavivar os ataques contra os xiitas, em uma tentativa de reacender a violência sectária que levou o país à beira da guerra civil quatro anos atrás. Os ataques contra xiitas costumam se intensificar durante a Ashura, quando os xiitas marcam a morte do neto do profeta Maomé, imã Hussein. (Reportagem de Gazwan Hassan)