Ataque suicida perto de base da Otan em Cabul deixa 2 mortos

quarta-feira, 21 de novembro de 2012 08:59 BRST
 

Por Mirwais Harooni e Amie Ferris-Rotman

CABUL, 21 Nov (Reuters) - Um carro-bomba matou dois guardas afegãos do lado de fora do complexo administrado pela Otan na principal região diplomática da capital afegã, Cabul, nesta quarta-feira, informaram autoridades do Ministério do Interior. O ataque foi assumido rapidamente pelo Taliban.

"O homem se matou em frente ao complexo. Duas pessoas foram mortas e outras duas ficaram feridas, todos eram guardas afegãos", disse o porta-voz do Ministério do Interior, Najib Danesh.

Um segundo homem vestindo um colete cheio de explosivos também se aproximou da frente do complexo, mas foi morto por um soldado da força de segurança afegã, segundo um comunicado do chefe da polícia de Cabul. Ele disse que cinco civis também foram feridos.

O ataque aconteceu perto de uma grande base conhecida como Camp Eggers, a sede da missão de treinamento da Otan e residência de cerca de 2.500 soldados em treinamento da coalizão multinacional.

A região estava repleta de dezenas de policiais, onde estilhaços de vidro dos carros estavam espalhados pelo chão, na área isolada.

O Taliban assumiu a responsabilidade pelo ataque, afirmou o porta-voz do Taliban Zabihullah Mujahid à Reuters por telefone, de um local não identificado.

A violência está intensificando-se pelo Afeganistão antes da retirada planejada da maior parte das tropas estrangeiras até o final de 2014, provocando preocupações sobre como o contingente de 350.000 tropas das forças de segurança afegãs serão capazes de lidar com a escalada.

(Reportagem adicional de Martin Petty)

 
Soldados da Otan inspecionam local após ataque suicida matar duas pessoas em Cabul, capital do Afeganistão. 21/11/2012 REUTERS/Omar Sobhani