Homem-bomba mata pelo menos 13 no Paquistão, diz TV

quarta-feira, 21 de novembro de 2012 19:38 BRST
 

RAWALPINDI, Paquistão, 21 Nov (Reuters) - Um homem-bomba matou 13 pessoas durante procissões xiitas na cidade onde o Exército do Paquistão está baseado na noite desta quarta-feira, destacando os desafios de segurança do país um dia antes da chegada de líderes do Egito, Irã e outras nações em desenvolvimento.

Emissoras locais de TV disseram que 13 pessoas foram mortas, mas a polícia colocou o número de mortos em 8. Vinte e cinco pessoas ficaram feridas, incluindo crianças.

A explosão abriu um buraco nas paredes de uma mesquita xiita na cidade de Rawalpindi, perto da capital Islamabad capital. Partes de corpos eram vistas espalhadas no local.

Centenas de fiéis mantiveram a marcha, apesar de outros dispositivos explosivos terem sido encontrados no local.

Não houve reivindicação imediata de responsabilidade pelo ataque, que ocorreu horas depois de que duas explosões mataram pelo menos três pessoas perto de uma reunião de xiitas em Karachi, centro comercial e maior cidade do Paquistão.

O Paquistão sedia uma cúpula de oito nações em desenvolvimento na quinta-feira. Paquistão, Irã, Egito, Turquia, Indonésia, Malásia, Nigéria e Bangladesh devem discutir formas de impulsionar o comércio e o investimento. Alguns presidentes já chegaram.

(Reportagem de Mehreen Zahra-Malik e Mubasher Bukhari)