Ataque mata pelo menos 5 no Paquistão; dezenas ficam feridos

domingo, 25 de novembro de 2012 12:17 BRST
 

DERA ISMAIL KHAN, Paquistão, 25 Nov - Uma bomba matou pelo menos cinco pessoas e feriu 90 perto de uma procissão xiita, no Paquistão, no domingo, disse a polícia, enquanto o governo se esforça para conter militantes sectários sunitas que têm aumentado seus ataques contra a facção minoritária.

Radicais sunitas ameaçaram realizar grandes ataques neste final de semana, um importante momento no calendário religioso xiita, o que levou as autoridades a suspender a cobertura da telefonia celular em diversas áreas para evitar explosões acionadas por controle remoto.

As autoridades também restringiram o tráfego de motos, na esperança de evitar que homens bomba utilizem esse meio de transporte.

Imagens de TV mostraram feridos sendo carregados na cidade de Dera Ismail Khan, onde uma bomba lançada contra os xiitas matou pelo menos sete pessoas, incluindo quatro crianças, no sábado.

O movimento talibã do Paquistão, que está focado em derrubar o governo apoiado pelos EUA, mas que também é aliado de grupos sunitas sectários, assumiu a responsabilidade pelos dois ataques.

"Para o ministro do interior do Paquistão, Rehman Malik, que suspendeu a telefonia móvel em todo o país e proibiu o tráfego de motos, você não pode impedir nossas atividades contra a comunidade xiita e forças de segurança," disse o porta-voz talibã, Ehsanullah Ehasan, por telefone, de um local não revelado.

"Vamos continuar com nossas atividades, e o fato de termos sido tão bem sucedidos em Dera Ismail Khan é um fracasso das forças de segurança, da polícia e do exército."

Ataques anteriores durante o evento religioso mataram um grande número de xiitas.

A bomba de domingo, colocada em uma loja ao lado de uma feira de rua, também feriu cinco membros das forças de segurança, disse Malik Mushtaq, funcionário sênior da polícia. Médicos, em um hospital em Dera Ismail Khan, disseram que cinco pessoas morreram e 90 ficaram feridas.

(Por Saud Meshud)