Colômbia abandona pacto que reconhece jurisdição de corte da ONU

quarta-feira, 28 de novembro de 2012 14:53 BRST
 

BOGOTÁ, 28 Nov (Reuters) - A Colômbia abandonou um tratado que reconhece a jurisdição da Corte Internacional de Justiça, depois que a entidade decidiu pela soberania da Nicarágua sobre águas ricas em recursos que a Colômbia considera suas, disse o presidente Juan Manuel Santos na quarta-feira.

A corte da Organização das Nações Unidas (ONU), com sede em Haia, determinou na semana passada que um conglomerado de ilhas disputadas no oeste do Caribe pertence à Colômbia, e não à Nicarágua, mas desenhou uma linha de demarcação em favor da Nicarágua em águas próximas.

A decisão, que reduz a extensão de mar pertencente à Colômbia, desencadeou uma disputa em Bogotá para ver como derrubar o veredicto e evitar um conflito com o presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, que disse ter enviado embarcações para a área.

"Este é o momento para unidade nacional. Este é o momento em que o país tem de se unir", afirmou Santos.

O tratado de 1948, conhecido como Pacto de Bogotá, reconhece as decisões da CIJ para encontrar soluções pacíficas aos conflitos dos signatários.

(Reportagem de Helen Murphy)