EUA dão prazo até março para Irã cooperar com a AIEA

quinta-feira, 29 de novembro de 2012 15:25 BRST
 

VIENA, 29 Nov (Reuters) - Os Estados Unidos estabeleceram na quinta-feira o prazo para até março para que o Irã comece a cooperar de fato com uma investigação da agência nuclear da Organização das Nações Unidas (ONU), afirmando que, caso isso não ocorra, eles vão sugerir a denúncia do caso no Conselho de Segurança da ONU.

Os comentários feitos pelo diplomata norte-americano Robert Wood ao conselho executivo da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) sinalizaram a crescente frustração de Washington com a falta de resultados do inquérito da AIEA sobre as possíveis dimensões militares do programa nuclear de Teerã. O Irã diz que o programa tem apenas fins pacíficos.

"Se até março o Irã não começar uma cooperação substancial com a AIEA, os Estados Unidos pedirão ao conselho que considere relatar essa falta de progresso ao Conselho de Segurança da ONU", disse Wood, de acordo com uma cópia de suas declarações.

"O Irã não pode ser autorizado a ignorar suas obrigações por tempo indefinido...o Irã precisa agir agora, de forma substancial", afirmou Wood.

O diretor da AIEA, Yukiya Amano, dissera mais cedo na quinta-feira que a agência da ONU não havia avançado na iniciativa de descobrir se o Irã trabalhou no desenvolvimento de uma bomba atômica.

(Reportagem Fredrik Dahl)