Ex-presidente dos EUA George H. W. Bush é hospitalizado

quinta-feira, 29 de novembro de 2012 18:41 BRST
 

HOUSTON, Estados Unidos, 29 Nov (Reuters) - O ex-presidente norte-americano George H.W. Bush está internado num hospital de Houston devido a complicações decorrentes de uma bronquite e médicos disseram nesta quinta-feira que sua situação é estável.

"O presidente tem entrado e saído do Hospital Metodista no Centro Médico do Texas, sendo tratado por complicações relacionadas à sua bronquite", disse o gabinete dele em nota divulgada pelo hospital. "Ele está em condição estável e deve ser liberado nas próximas 72 horas."

Bush foi internado na sexta-feira da semana passada, disse o porta-voz da família, Jim McGrath, ao canal Fox News. "Eles conseguiram tratar aquele pedaço da coisa, mas ele ainda tem uma tosse persistente, e além disso o fato de que ele está com 88 anos, eles estão sendo extracautelosos e o segurando até a tosse melhorar", disse McGrath nesta quinta-feira.

Ele disse que havia temores de que Bush desenvolvesse uma pneumonia, o que não ocorreu.

"Suponho que sempre haja preocupação quando você está lidando com alguém nessa idade avançada, mas felizmente não foi nessa direção", disse McGrath. "E a medicação e o tratamento que eles usaram para controlar essa bronquite funcionou, e estamos só esperando a tosse ir embora."

O jornal The Houston Chronicle noticiou em fevereiro que Bush foi diagnosticado com parkinsonismo dos membros inferiores, o que causa desequilíbrio, e que por isso ele tem usado cadeira de rodas.

O republicano Bush, 41o presidente dos Estados Unidos, tomou posse em 1989, e cumpriu apenas um mandato, pois foi derrotado na eleição de 1992 pelo democrata Bill Clinton. Ele é pai do também ex-presidente George W. Bush, sucessor de Clinton.

Ex-congressista, foi embaixador dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas (ONU), embaixador em Pequim, diretor da Agência Central de Inteligência (CIA, na sigla em inglês) e vice de Ronald Reagan durante oito anos.

Como presidente, derrotou o Iraque na primeira Guerra do Golfo (1991), expulsando as forças de Saddam Hussein do Kuweit. Seu índice de aprovação disparou depois disso, mas 20 meses depois ele seria derrotado nas urnas.   Continuação...