Premiê do Japão adia visita a Rússia por problema de saúde de Putin, diz mídia

sexta-feira, 30 de novembro de 2012 12:21 BRST
 

TÓQUIO, 30 Nov (Reuters) - O primeiro-ministro japonês, Yoshihiko Noda, adiou uma visita à Rússia prevista para o próximo mês alegando problemas de saúde do presidente russo, Vladimir Putin, informou a mídia japonesa nesta sexta-feira.

As agências de notícias Kyodo e Jiji disseram que Noda falou sobre o atraso enquanto se reunia com funcionários municipais durante a sua viagem para a ilha de Hokkaido.

"É sobre o problema de saúde (do presidente Putin). Isto não é algo que pode facilmente ser tornado público", teria dito um dos oficiais citando Noda, segundo a agência Jiji.

A dúvida sobre a condição de Putin tem sido um assunto de especulação da mídia desde que ele foi visto mancando em uma cúpula Ásia-Pacífico no porto russo de Vladivostok, em setembro.

Três fontes do governo russo disseram à Reuters no final de outubro que Putin, que iniciou um mandato de seis anos em maio e completou 60 anos no mês passado, estava sofrendo de problemas na coluna, mas o Kremlin rejeitou rumores de que ele tinha um problema sério de coluna.

Os problemas de saúde de Putin resultam de um golpe recente de judô, de acordo com o presidente bielorrusso, Alexander Lukashenko.

"Ele adora judô. Ele levantou um cara, atirou-o e torceu a coluna", disse Lukashenko à Reuters esta semana.

Várias viagens ao exterior, que estavam previstas para novembro, mas nunca foram oficialmente anunciadas pelo Kremlin, não ocorreram. A expectativa é de que Putin realize viagens para a Turquia e Turcomenistão na próxima semana.

A agenda das conversas entre as autoridades russas e japonesas provavelmente incluiria cooperação energética e uma disputa de décadas sobre as ilhas de Hokkaido, ao norte, conhecidas como Kurile na Rússia e referidas como os Territórios do Norte no Japão.

(Reportagem de Kiyoshi Takenaka)

 
O primeiro-ministro do Japão, Yoshihiko Noda, que também é líder do Partido Democrático do Japão, é visto após debate para as eleições gerais em Tóquio. Noda adiou uma visita à Rússia prevista para o próximo mês alegando problemas de saúde do presidente russo, Vladimir Putin, informou a mídia japonesa nesta sexta-feira. 30/11/2012 REUTERS/Yuriko Nakao