Eslovênia tem novos protestos com violência

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012 20:19 BRST
 

LJUBLJANA/MARIBOR, Eslovênia, 3 Dez (Reuters) - Manifestantes entraram em choque com a polícia na segunda-feira em Maribor, segunda maior cidade da Eslovênia, durante um protesto contra cortes orçamentários no país.

A polícia disse que mais de 40 pessoas foram detidas e que pelo menos 12 ficaram feridas no confronto contra alguns manifestantes que atiravam rojões e pedras.

Cerca de 6.000 pessoas haviam ido às ruas da cidade exigir a demissão do prefeito Franc Kangler, acusado de corrupção.

Os protestos, organizados via Facebook, transcorreram pacificamente em cinco outras cidades, após incidentes violentos ocorridos na sexta-feira em Liubliana, a capital.

A Eslovênia, que entrou para a zona do euro em 2007, luta agora para evitar um resgate financeiro internacional, num momento de recessão, desemprego alto e grande inadimplência nos empréstimos bancários.

O governo planeja cortar salários do funcionalismo, reduzir gastos com benefícios sociais, saúde e educação, e elevar a idade mínima de aposentadoria, a fim de reduzir um déficit orçamentário que deve chegar a 4,2 por cento do PIB em 2012.

(Por Marja Novak e Srdjan Zivulovic)