5 de Dezembro de 2012 / às 17:33 / 5 anos atrás

Terremoto deixa 8 mortos no leste do Irã

LONDRES, 5 Dez (Reuters) - Um terremoto de magnitude 5,5 atingiu o leste do Irã nesta quarta-feira, matando oito pessoas e deixando outras 12 feridas, informou a mídia iraniana, acrescentando que o número de vítimas deve aumentar.

O tremor, inicialmente registrado com magnitude 6,0, teve profundidade bem rasa, de 5,3 quilômetros, e epicentro 77 quilômetros a norte-nordeste de Birjand, perto da fronteira com o Afeganistão, afirmou o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

Pelo menos 12 réplicas foram registradas desde que o terremoto atingiu a região às 20h38 no horário local (15h08 em Brasília), segundo o Centro Sismológico do Irã.

A agência de notícias iraniana Fars disse que pessoas saíram de suas casas depois que o tremor atingiu o distrito de Zahan, derrubando paredes e deixando pessoas presas sob os escombros.

"Oito pessoas foram mortas na área do terremoto e uma pessoa está desaparecida. Infelizmente alguns daqueles feridos perderam suas vidas nas últimas horas", afirmou a agência de notícias Mehr, citando o diretor de gestão de crise de Khorasan do Sul, Mohammad Ali Akhundi.

"Casas sofreram danos e as pessoas estão em lugares públicos, elas precisam de meios para se manter aquecidas por causa do frio", disse ele.

O Crescente Vermelho do Irã enviou 15 equipes de resgate às áreas afetadas para procurar pessoas presas sob os escombros e médicos na capital provincial de Birjand estavam em alerta para tratar os feridos, disse a Fars.

Unidades de resgate da milícia nacional iraniana Basij também se juntaram às operações, despachando três equipes médicas.

Equipes de emergência chegaram a algumas áreas e o número de mortes confirmadas pode subir, disse o vice-diretor dos serviços de emergência, Mohammad Sarvar.

Duas aldeias parecem ter sofrido os piores danos, incluindo a vila de Sharaj, onde cinco pessoas morreram, disse a agência de notícias Mehr, citando o governador Farhad Falahati.

"Nós temos o que precisamos para ajudar, mas deslizamentos de terra, especialmente na rota para Sharaj, impediram que os suprimentos chegassem lá", acrescentou.

O Irã está situado em falhas geológicas e sofreu com vários terremotos devastadores nos últimos anos, incluindo um tremor de magnitude 6,6 em 2003, na cidade de Bam, que matou mais de 25 mil pessoas.

Em agosto, mais de 300 pessoas foram mortas quando dois terremotos atingiram o noroeste do país.

Reportagem de Marcus George

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below