Principal grupo de oposição egípcio rejeita diálogo com Mursi

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012 10:53 BRST
 

CAIRO, 7 Dez (Reuters) - A principal coalizão de oposição do Egito disse nesta sexta-feira que não vai participar do diálogo proposto pelo presidente egípcio, Mohamed Mursi, para acabar com a crise provocada pela decisão do líder islâmico de expandir seus próprios poderes, informou um membro importante do grupo.

"A Frente de Salvação Nacional não irá participar do diálogo, esta é nossa posição oficial", afirmou um dos líderes da coalizão, Ahmed Said, que também é chefe da Partido dos Egípcios Livres.

O proeminente reformista Mohamed ElBaradei também convocou as forças políticas a rejeitarem o diálogo em sua conta no Twitter, e a agência de notícias estatal informou que o partido liberal Wafd afirmou que não iria participar. Ambos são membros da coalizão de oposição.

(Por Edmund Blair)

 
Principal grupo opositor ao presidente do Egito Mohamed Mursi rejeita diálogo proposto para acabar com a crise. 06/12/2012 REUTERS/Amr Abdallah Dalsh