Turquia prende prefeito curdo e autoridades alegando ligação com militantes

sábado, 8 de dezembro de 2012 11:43 BRST
 

DIYARBAKIR, Turquia, 8 Dez (Reuters) - A polícia turca prendeu neste sábado ativistas e políticos curdos, incluindo um prefeito provincial, na última operação contra supostos partidários de militantes armados.

Selim Sadak, prefeito de Siirt, está entre as cerca de 60 pessoas presas em operações simultâneas em três cidades do sudeste do país, disse a polícia. Muitas delas são autoridades locais do Partido Paz e Democracia, que é legalizado e pró-curdo, além de membros de grupos civis.

A Turquia prendeu milhares de políticos, acadêmicos, advogados, jornalistas e outros profissionais curdos desde 2009, acusando-os de apoiar o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que luta pela autonomia em um conflito que já custou mais de 40 mil vidas desde 1984.

A Turquia, os Estados Unidos e a União Europeia consideram o PKK uma organização terrorista.

(Reportagem de Seyhmus Cakan e Ayla Jean Yackley)