Kuweitianos marcham em paz contra novas regras eleitorais

sábado, 8 de dezembro de 2012 14:51 BRST
 

Por Sylvia Westall

KUWEIT, 8 Dez (Reuters) - Dezenas de milhares de kuweitianos marcharam na capital neste sábado em um protesto pacífico contra um parlamento eleito na semana passada no país do Golfo Árabe sob leis eleitorais consideradas injustas pela oposição.

Alterações nas regras aprovadas por meio de medida emergencial em outubro, que reduziram o número de votos por cidadão de quatro para um, desencadearam uma série de manifestações em massa e levaram a oposição a boicotar as eleições de 1o de dezembro.

O governo, em que membros da família no poder detém postos de alto escalão, diz que as novas regras aproximam a nação democrática do Kuweit com a de outros países. A oposição, que inclui políticos islâmicos e populistas, diz que as mudanças têm o objetivo de distorcer as pesquisas em favor de candidatos pró-governo.

Multidões de homens, mulheres e crianças vestindo laranja, a cor do movimento de protesto, marcharam ao longo da estrada litorânea na beira da Cidade do Kuweit, caminhando em direção das Kuweit Towers, um importante marco próximo ao Golfo.

Carregando bandeiras do Kuwait e laranjas, eles cantavam: "O povo quer derrubar a medida!"

Cantando e batendo palmas, alguns estendiam quatro dedos --o número de votos sob o antigo sistema-- para o helicóptero da polícia que os circulava.

Pais tiravam fotos de crianças levantando placas de protesto e balões durante a marcha, que se dispersou pacificamente após cerca de uma hora e meia.

Anos de desordem atrasaram reformas econômicas e de investimento no Kuweit, um aliado dos Estados Unidos e membro da Organização de Países Produtores de Petróleo (Opep) que realizou cinco eleições parlamentares desde meados de 2006.

 
Pessoas, erguendo quatro dedos em uma mão, observam um helicóptero da polícia em manifestação contra novas regras eleitorais na Cidade do Kuweit, Kuweit. 8/12/2012 REUTERS/Stephanie McGehee