Coreia do Norte pode adiar lançamento de foguete polêmico

sábado, 8 de dezembro de 2012 16:54 BRST
 

SEUL, 8 Dez (Reuters) - A Coreia do Norte provavelmente adiará o lançamento de um foguete de longo alcance, informou a agência estatal KCNA neste sábado, mas não deu motivos para adiar o plano, amplamente criticado por países como Rússia e Estados Unidos.

A KCNA citou um porta-voz da agência espacial do país, que pretende enviar um satélite ao espaço no foguete, que disse estar "examinando seriamente a questão do reajuste do momento do lançamento do foguete".

A Coreia do Norte, que planejava o lançamento entre 10 e 22 de dezembro, está proibida pelas resoluções dos EUA, impostas em 2006 e 2009, de realizar quaisquer testes de natureza nuclear ou com mísseis depois de ter conduzido testes nucleares.

O lançamento mais recente havia sido marcado para acontecer próximo do primeiro aniversário da morte do ex-líder norte-coreano Kim Jong-il, mas também teria coincidido com as eleições de dezembro no Japão e na Coreia do Sul.

O plano foi criticado pelos dois vizinhos, assim como por Rússia e Estados Unidos. A China, único grande aliado diplomático da Coreia do Norte, expressou a "profunda preocupação" de que o evento aumente as tensões na Península Coreana.

O foguete estaria programado para passar entre a Península Coreana e a China, com um segundo estágio previsto para cair na costa das Filipinas antes de lançar o satélite em órbita.

Uma tentativa anterior de lançamento em abril fracassou quando a missão foi abortada a poucos minutos da decolagem.

Críticos dizem que o programa de foguetes da Coreia do Norte visa desenvolver um míssil balístico capaz de carregar uma ogiva nuclear.

(Por Choonsik Yoo e David Chance)