Guru do software McAfee quer voltar para os Estados Unidos

sábado, 8 de dezembro de 2012 17:26 BRST
 

Por Lomi Kriel

CIDADE DA GUATEMALA, 8 Dez (Reuters) - O guru do software norte-americano John McAfee, que luta contra a deportação da Guatemala para Belize para enfrentar perguntas sobre o assassinato de um vizinho, disse neste sábado que quer voltar para os Estados Unidos.

"Meu objetivo é voltar para a América, logo que possível", disse McAfee, 67, em uma ligação telefônica com a Reuters de um centro de imigrantes ilegais, onde está preso por atravessar ilegalmente a fronteira da Guatemala com sua namorada de 20 anos.

"Eu gostaria de poder apenas fazer minhas malas e ir para Miami", disse McAfee. "Eu estou causando embaraço para o governo da Guatemala e eu estou prejudicando sua relação com Belize".

Os dois países vizinhos na América Central estão estagnados em uma disputa territorial por décadas e os eleitores vão decidir como proceder em um referendo em 2013.

Respondendo aos comentários de McAfee, um porta-voz do Departamento de Estado dos Estados Unidos disse que cidadãos norte-americanos em países estrangeiros estão sujeitos às leis locais. Funcionários só podem garantir que eles sejam "devidamente tratados neste âmbito", disse ele.

Na quarta-feira, autoridades da Guatemala prenderam McAfee em um hotel na Cidade da Guatemala, onde ele estava escondido com sua namorada de Belize.

O ex-milionário do Vale do Silício é procurado para interrogatório pelas autoridades de Belize, que dizem que ele é uma "pessoa de interesse" no assassinato do colega norte-americano Gregory Faull, vizinho de McAfee na ilha caribenha de Ambergris Caye.