Homem com rifle de assalto é morto a tiros pela polícia nos EUA

domingo, 16 de dezembro de 2012 18:17 BRST
 

BIRMINGHAM, Estados Unidos (Reuters) - Um homem armado com um rifle de assalto e suspeito de ter matado três homens durante uma briga doméstica, foi morto a tiros pela polícia depois de uma perseguição de carro e um tiroteio que deixou um policial ferido. O incidente foi o segundo caso de violência armada no Estado norte-americano do Alabama em dois dias, disseram as autoridades no domingo.

Os dois tiroteios ocorridos no sábado, no Alabama, aconteceram um dia depois que 20 crianças e seis adultos foram assassinados por um rapaz que entrou atirando um rifle de estilo militar em uma escola primária em Newton, no Estado de Connecticut.

No Alabama, um atirador identificado como Romero Roberto Moya, de 33 anos, foi baleado diversas vezes pela polícia na cidade de Oxford, ao leste de Birmingham, quando saía de um carro roubado que bateu em outro veículo no sábado, disse a polícia.

A pouca distância de onde foi morto, Moya havia trocado tiros com outros policiais depois de bater com o seu primeiro carro de fuga, deixando outro policial ferido gravemente, disse o tenente da polícia de Oxford, L. G. Owens.

A perseguição foi desencadeada por um triplo homicídio que suspeita-se que tenha sido cometido por Moya em um trailer residencial durante a manhã, em Cleburne County, Alabama, perto de fronteira com a Georgia, disse Owens.

Não foram divulgados imediatamente detalhes sobre as circunstâncias das mortes. Owens disse que as três vítimas poderiam ser irmãos de Moya, e uma criança com menos de dois anos, que também ficou ferida no incidente, foi levada para um hospital de Atlanta.

Também no sábado, um homem perturbado com o tratamento de sua esposa em um centro médico entrou no Hospital St. Vincent's Birmingham com uma arma, às 4 da manhã, horário local e abriu fogo quando foi confrontado pela polícia. O homem feriu um policial e dois funcionários do hospital antes de ser morto no tiroteio.