Inquérito aponta que BBC não pressionou para encobrir crimes de Savile

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012 12:44 BRST
 

Por Kate Holton

LONDRES, 19 Dez (Reuters) - A BBC não colocou pressão sobre seu principal programa jornalístico para deixar de falar dos crimes sexuais de Jimmy Savile, mas emails da equipe do programa publicados por um inquérito mostraram que alguns sabiam sobre o "lado sombrio" do ex-apresentador, mesmo enquanto preparavam um programa em homenagem a ele.

As notícias dos crimes de Savile tumultuaram a BBC, com acusações de que a emissora cancelou uma reportagem investigativa sobre Savile em favor de um programa de tributo depois que ele morreu no ano passado.

A polícia disse acreditar que Savile cometeu um número sem precedentes de crimes sexuais, e suspeitam de envolvimento dele em 199 casos de abusos, principalmente envolvendo crianças, incluindo 31 estupros.

O escândalo, que dominou as manchetes na Grã-Bretanha em outubro e novembro, resultou na demissão de seu diretor geral com apenas 54 dias na função e suscitou algumas questões difíceis para o seu antecessor, Mark Thompson, que recentemente assumiu o cargo de executivo-chefe do New York Times.

Um inquérito independente publicado nesta quarta-feira apontou que não tinha sido encontrada qualquer evidência de que os gerentes da BBC impuseram pressão sobre o editor do programa de investigações "Newsnight" para cancelar a reportagem.

Contudo, o inquérito afirmou que a emissora fracassou em lidar com as revelações em torno da ex-estrela devido à má gestão, que resultou em caos e confusão. Thompson foi inocentado de qualquer irregularidade.

As acusações contra Savile foram finalmente divulgadas pela emissora rival ITV e cerca de 450 pessoas, desde então, apresentaram informações sobre Savile à polícia.

O relatório disse que o ex-chefe da BBC Events tinha enviado um email a George Entwistle em 2010 para discutir se a BBC deveria preparar um obituário para Savile na ocasião de sua morte. Um segundo email para Entwistle se referiu ao "lado mais sombrio da história".

A BBC Trust, órgão que governa a emissora financiada publicamente, disse que aceitou o relatório na íntegra e iria implantar todas as suas recomendações para uma melhor gestão.

 
Investigação mostra que BBC não pressionou programa jornalístico da emissora para encobrir crimes sexuais do apresentador Jimmy Savile. 18/05/2006 REUTERS/Paul Hackett/Files