Rússia diz que tempo está acabando para acordo de paz na Síria

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012 20:54 BRST
 

Por Steve Gutterman

MOSCOU, 27 Dez (Reuters) - O chanceler russo disse a um diplomata sírio nesta quinta-feira que a crise na Síria deve ser resolvida pelo diálogo e não pela força e advertiu que o tempo estava acabando para se chegar a um acordo pacífico.

Sergei Lavrov enfatizou a necessidade urgente de pôr fim aos 21 meses de conflito durante uma reunião com o vice-ministro sírio das Relações Exteriores, Faisal Makdad, disse o Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

"O lado russo destacou a falta de uma alternativa para uma resolução pacífica do conflito interno (da Síria) através de um diálogo amplo entre sírios e o processo político", dizia o comunicado. Mas não fazia menção a maneiras de se chegar a essas metas.

Potências mundiais acreditam que a Rússia, que vem dando ao presidente sírio, Bashar al-Assad, auxílio diplomático e militar para ajudá-lo a aguentar o levante, seja escutada pelo governo sírio e deve ser um protagonista nas conversas de paz.

Lavrov pediu esforços robustos para modelar uma solução baseada em um acordo alcançado pelas potências mundiais em Genebra, em junho, que pedia uma transição política.

"Considerando o que está acontecendo na Síria, as chances de se alcançar tal solução... estão diminuindo. Mas ainda há uma chance e devemos lutar por ela", disse Lavrov em uma entrevista, segundo a Interfax.

"A alternativa a uma solução pacífica é o caos sangrento. Quanto mais tempo continuar, maior será sua escala e pior (será) para todos".

(Reportagem adicional de Nastassia Astrasheuskaya)

 
Chanceler russo Sergei Lavrov fala durante encontro com o presidente do país, Vladmir Putin, em Moscou. Lavrov disse a um diplomata sírio nesta quinta-feira que a crise na Síria deve ser resolvida pelo diálogo e não pela força e advertiu que o tempo estava acabando para se chegar a um acordo pacífico. 09/12/2012 REUTERS/Sergei Karpukhin