Berlusconi vai pagar 36 milhões de euros por ano em acordo de divórcio

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012 16:56 BRST
 

ROMA, 28 Dez (Reuters) - O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi concordou em pagar à sua ex-mulher Veronica Lario 100.000 euros por dia como parte de um acordo de divórcio, afirmou o jornal Corriere della Sera nesta sexta-feira.

O jornal disse que o acordo de 36 milhões de euro por ano, obtido após três anos de negociações, foi acertado em um tribunal de Milão perto do Natal.

Não foram dadas declarações do tribunal nem dos advogados de Berlusconi ou de Lario depois de pedidos por confirmação feitos por email e por telefone.

A notícia saiu logo depois da volta de Berlusconi à linha de frente da política para liderar a campanha da centro-direita antes de uma eleição em fevereiro.

Lario, ex-atriz que foi casada com Berlusconi por mais de 22 anos, pediu divórcio do bilionário de 76 anos em 2009, acusando-o de ter um romance com uma garota de 17 anos.

Ela já tinha censurado o marido publicamente por suas relações com outras mulheres, enviando uma carta aberta ao jornal La Repubblica em 2007, na qual disse que ele lhe devia um pedido de desculpas depois de ferir sua dignidade como mulher.

Lario quis o divórcio dois anos depois, dizendo que não conseguia mais "ficar com um homem que frequentava menores", depois que surgiram relatos de que Berlusconi havia participado da festa de aniversário de 18 anos da aspirante a modelo Noemi Letizia.

Desde então, ele vem sendo acompanhado por alegações repetidas de escândalo sexual, culminando nos relatos, no ano passado, das orgias de "bunga bunga" em sua residência em Milão, e acusações de pagar para ter sexo com uma prostituta menor de idade, o que ele nega.

Lario havia pedido originalmente uma pensão alimentícia de 3,5 milhões de euros, e Berlusconi havia respondido com uma oferta de não mais do que 300.000 euros mensais.

O Corriere della Sera disse que o acordo, que não culpava nenhuma parte pelo divórcio, não daria a Lario uma mansão perto de Brianza, no norte da Itália, no valor de 78 milhões de euros, onde ela havia criado seus três filhos.

(Reportagem de Ilaria Polleschi)